0

A arte terá sempre a última palavra

Prédios abandonados, paredes descascadas, o verde que cresce em meio a estruturas esquecidas pelo tempo: Jeremy Chamot Rossi busca a poesia em paisagens improváveis.


Jeremy Chamot Rossi é um artista francês que vive na pequena cidade de Noueilles, mas que apresenta em suas obras paisagens de toda a Europa de uma forma pouco convencional. Aqui vamos conhecer um pouco sobre seu estilo e como conceitua seu trabalho.


"Sempre fui fascinado por lugares abandonados e sem vida, com uma história misteriosa e indelével", conta Jeremy.


O despertar deste interesse pela beleza de espaços abandonados começou depois de Jeremy passar um período de seis meses ​​em um deserto australiano, isolado do mundo. O retorno à vida urbana o surpreendeu, como se ele tivesse redescoberto a arquitetura francesa sob uma outra luz.


"O que eu amo, acima de tudo, é esse sentimento de voltar no tempo, permitindo-me descobrir estes espaços magníficos negligenciadas pelo tempo."

As obras de Jeremy são impactantes, e valorizam um décor minimalista.

Para o artista, a beleza de ambientes destruídos e esquecidos pelo tempo está nas cores, texturas, perspectivas, nos efeitos produzidos pela luz da manhã e da noite. Essa cor esverdeada de mofo nas paredes desses edifícios de época, entremeados por vegetação, mostrando que tudo é efêmero neste mundo construído pelo homem. É como se a natureza tentasse nos provar que sempre terá a última palavra.



O processo de trabalho de Jeremy começa pela busca por lugares esquecidos, que ele "garimpa" em mapas da internet, sites de arquivos, jornais ou simplesmente viajando pela estrada. Quando termina sua pesquisa, ele organiza a viagem para o país escolhido, não sem antes realizar um profundo estudo e planejamento, preparando uma rota muito específica para visitar esses lugares. Jeremy ainda reforça que uma preocupação ao realizar seu trabalho nestes locais abandonados, é prestar o devido respeito ao espaço e à sua história, interferindo o mínimo possível para construir suas narrativas.


Jeremy começou a se interessar pela imagem em 2011, inicialmente por edição de vídeo, o que gradualmente o levou à fotografia. Autodidata, espontâneo e apaixonado pela história, aperfeiçoa seu trabalho constantemente viajando pela Europa e Ásia, percorrendo cidades, ruas, fábricas, campo, e tudo o que, do ponto de vista artístico, atrai suas pupilas.

Desde 2020 as obras de Jeremy Chamot Rossi está no acervo da Luka.art com exclusividade no Brasil. Para conhecer a coleção, clique aqui.


#fineart #frança #quadros #artenodecor #arquitetura #designdeinteriores

  • Nosso Canal
  • Pinterest Luka.art
  • Instagram Luka.art
  • Facebook Luka.art

- SELO DE ORIGEM

- CERTIFICADO DE AUTENTICIDADE

- TIRAGENS LIMITADAS

Email  CONTATO@LUKA.ART.BR
WhatsApp  (51) 99652-2091
Parcelamento em 3x sem juros

Todos os direitos reservados © 2020 Luka.art

CNPJ: 01.117.824/0001-09

Av. Augusto Meyer, 163 conj 507 | Porto Alegre | RS | 90550-110